(55) 99983.8572 / (55) 99994 9840
rkvturismo@hotmail.com

Conheça um pouco a história da nossa cidade

Os primeiros colonizadores instalaram-se nesta região por volta de 1930. Quando aqui chegaram encontraram grande quantidade de árvores arrancadas no meio da mata, nas proximidades onde hoje é a Sede do município, formando um grande descampado, uma grande derrubada. Acreditava-se tratar de um vendaval.
Do livro “Campo Novo-Apontamentos para sua História” de Vilmar Campos Bindé, que relata aspectos importantes sobre a nossa história.
“Em 1931 o então General Flores da Cunha, como Interventor do Estado, sendo amigo e conterrâneo de Pedro Garcia, deu a este a concessão para explorar e extrair madeira de Lei na zona da serra de Pari. (primeiro nome de Tenente Portela). Pedro Garcia formou uma cantina à margem do Rio Uruguai (lado esquerdo). Este local leva hoje o nome de Porto Garcia. Naquelas serras e matas Pedro Garcia chegou a Ter cerca de 500 homens cortando e fraquejando madeira. Possuía ele, já então, um trator de esteiras, comprado em Buenos Aires e 15 ternos de bois que puxavam madeira à margem do Rio Uruguai. Cada terno de boi se compunha de 4 ou 5 juntas que puxavam o jogo de rodas do carroção onde vai o pé da viga amarrado com um correntão.

Em 10 de novembro de 1.937, instalando-se o Estado Novo no País, o General Flores da Cunha foi deposto. Logo, resultou no embargo da Empresa de Pedro Garcia. Na época ela se encontrava no auge do trabalho e muito próspera. Aproximadamente 6000 árvores prontas para serem colocadas em balsas, aguardando apenas a cheia do Rio para seguirem seu destino: a exportação para a Argentina e o Uruguai. É natural que os prejuízos foram grandes, sem contar o elevado número de desempregados em face da paralisação da dita empresa. Pedro Garcia, ao que se sabe, ficou arruinado financeiramente, retirando-se da Região juntamente com seus homens. Daí, pela grande quantidade de árvores arrancadas que aqui se encontravam, os primeiros colonizadores deram a este lugar o nome de “Derrubadas”.

Conheça um pouco a história da nossa cidade

Em 10 de novembro de 1.937, instalando-se o Estado Novo no País, o General Flores da Cunha foi deposto. Logo, resultou no embargo da Empresa de Pedro Garcia. Na época ela se encontrava no auge do trabalho e muito próspera. Aproximadamente 6000 árvores prontas para serem colocadas em balsas, aguardando apenas a cheia do Rio para seguirem seu destino: a exportação para a Argentina e o Uruguai. É natural que os prejuízos foram grandes, sem contar o elevado número de desempregados em face da paralisação da dita empresa. Pedro Garcia, ao que se sabe, ficou arruinado financeiramente, retirando-se da Região juntamente com seus homens. Daí, pela grande quantidade de árvores arrancadas que aqui se encontravam, os primeiros colonizadores deram a este lugar o nome de “Derrubadas”.

Familia realizando a colheita, década de 1960 – foto: Familia Tolotti

Em 1955 a Câmara Municipal de Vereadores de Três Passos criou dois distritos na então vila de Tenente Portela: Vista Gaúcha e Derrubadas, sendo que Derrubadas foi instalado em 02/05/55.

Com a emancipação de Tenente Portela em 18/08/55, Derrubadas passou a ser distrito de Tenente Portela, criada pela Lei Municipal Nº34/56 de 10/03/1956. Em 27/08/1963 é criado o distrito de Cedro Marcado, através da Lei Nº 04/63.

Loading...